quinta-feira, 28 de abril de 2011

Agora é com vocês...




Oi meninas...me ajudem conte um pouco como vcs se viram e driblam os seus filhos na hora da comida?

5 comentários:

Mãe da Nanda e da Laura disse...

Logo que fez 4 anos minha filha começou a pular algumas refeições. Se ela estava "afim" comia o que estava no prato, se não estava... haja paciência. No início achávamos que ela estava selecionando a comida, mas descobrimos que não, ela só não tava afim de comer... aff!! Daí eu vi em algum lugar pratos infantis arrumados com carinhas e comecei a usar a tática aqui em casa e deu super certo. Vale carinhas, paisagem, qualquer coisa que der pra fazer com o cardápio do dia... ás vezes a comida não vai toda, mas indo alguma coisa já vale.
Outra coisa que funciona é a regra: "senão almoçar tudo não tem sobremesa" e é super eficaz se a sobremesa for o doce preferido dela: brigadeirão.
Bjs

Alexandra disse...

Parei de amamentar meu filho aos 6 meses e ele entrou no NAN. Em seguida descobrimos que ele tinha intolerância a lactose e começamos a ter muito cuidado com a sua alimentação.
Como ele entrou na creche aos 5 meses, eu fiz um cardápio bem restrito, inclusive era proibido comer os docinhos e bolinhos de aniversários e festas da creche.
Criança pequena não questiona muito se nunca a ofereceram e ela não experimentou.
Sempre que vou aos aniversários ele já faz uma refeição em casa e levo comigo um lanche (ele só toma suco de soja).
Nunca ofereço biscoitos recheados, doces, balas e pirulitos, mas agora que ele já tem 5 anos, se ele pedir eu deixo, mas controlado.
Conclusão: meu filho não come doces todos os dias e come muito pouco do que é oferecido nos buffets infantis por aí.
Não toma refrigerantes e nem sorvetes (sua grande maioria tem leite e ele reclama que é gelado).
O que aprendi: se não oferecermos eles não farão questão, e se chegarem a provar e gostarem, um pouquinho de vez em quando não fará mal.
Não ofereça ao seu filho aquilo que ele desconhece e que não trará nenhuma contribuição boa para ele.
Se ele tomar gosto por algum doce, dê controladamente e se ele não ficar satisfeito, faça acordos como: uma bala, um pedaço de maça; um pirulito, uma banana.
Pelo menos comigo funciona.
Beijos e espero ter ajudado.
Alexandra.
htt://desejoconcedido.blogspot.com

Bárbara Ribeiro disse...

Ainda estou na fase de esperar ele dormir para EU comer. Como são raros esses momentos durante o dia, estou ficando perita emcomer com ele no colo e desviar tudo da mãozinha de velcro. claro que tem hora que o prato cai no chão. rs.

Anne Carestiato disse...

Para fazer meu filho de 5 anos experimentar abacate, cortei a fruta em formato de estrela(com aqueles cortadores de biscoito) e servi com um pouquinho de açúcar por cima, ele adorou e hoje já come o abacate puro ou na vitamina.
beijos
espero ter ajudado

Dea Amorim disse...

melissa após os dois anos começou a fazer restrições a alguns alimentos.
Sempre fui muito tranquila, se não quer comer agora comerá mais tarde.
Agora aos 4 anos,muitas vezes ela não quer lanchar no meio da manhã.Eu deixo e acabo servindo o almoço um pouco antes.
O que nos ajuda muito aqui é ela ir pra cozinha e nos ajudar a fazer o alimento.Ela faz a omelete, faz a panqueca,frutas no palito, ajuda a fazer a sopa.E tudo que faz ela quer experimentar, o sanduiche, o misto quente.Outra coisa que eu aprendi é perguntar o que ela deseja comer,assim fica mais fácil que ela coma.